LiveZilla Live Help

Envio em massaBrazil Whats

Ferramenta que permite o envio de mensagens Whats em massa. Garantia de entrega de milhares de mensagens diariamente, envios a qualquer parte do mundo, de forma econômica e exclusiva...

Slider 01 Slider 02 Slider 03 Slider 04 Slider 05 Slider 06

Eleições 2018:

Propaganda Política na Internet, Mídias Sociais, Telemarketing e nas Ruas

Por Edson de Almeida e Franzen. Especialista em Marketing Digital.

1. O que se fala por aí...

Muitas pessoas, desinformadas, estão dizendo sem saber, que não se pode enviar SMS nesta eleição 2018, que não pode enviar Whats mas SMS pode ou vice-versa. Criamos esta página para informar com o que há de mais atual, a última legislação sobre o assunto, com links vindos do TSE e TREs, informando todos os candidatos a prefeito e vereador das eleições 2018, sobre o que realmente pode (e não pode) na área da internet, telemarketing e nas mídias sociais, principalmente no Facebook.

Antigamente, nas campanhas políticas, podia-se tudo:

- Distribuição de cestas básicas, bonés, camisetas, chaveiros, carros pipas, presentes para o eleitorado.
- Financiar festas, times de futebol...
- Conseguir vagas em creches, hospiais, clínicas, escolas...
- Caronas e leva-traz do eleitorado para todo lado, pelo candidato ou assessores.
- Ter quantos cabos eleitorais o dinheiro podia comprar.
- Colocar placas e faixas nas vias públicas, além de pessoas com bandeiras e faixas.
- Fazer Telemarketing.
- Showmícios.
- Propagandas em revistas, jornais, sites de empresas, além de propagandas em rádio e TV, e até entrevistas pagas nos rádios, jornais, TVs, revistas, sites...
- Outras coisas obtusas e obscuras.

Hoje a situação mudou, pois pode somente:

- Contratar cabos eleitorais até um limite, dependendo a população do município. (ver)
- Colocar placas na frente de casas e terrenos particulares.
- Distribuição de material gráfico, caminhada, carreata, passeata ou carro de som, desde que iniciando às 8 da manhã e até às 22 hs.
- Visitas nas casas das 8 às 22 hs (aconselhamos não antes das 9 e não depois das 18 hs).
- Propaganda paga, na imprensa escrita, devendo constar o valor pago de forma visível. Limite: 10 anúncios por cada veículo de comunicação, em datas diversas, para cada candidato, no espaço máximo de 1/8 de página de jornal padrão e de 1/4 de página de revista ou tabloide.
- Propagandas nas mídias sociais (Facebook, WhatsApp, instagram, linkedin, goggle+, twitter, pintrest, youtube...), e envio de mensagens eletrônicas. Por mensagem eletrônica entende-se qualquer mensagem enviado por email, sms, Whats, telegram, viber, line, hangout, Skype, snapchat, zapzap, imo, wechat.

E note: acreditamos que este último item que fará a diferença nesta eleição. Quem usar bem as mídias sociais e enviar boas mensagens eletrônicas em massa, é quem vai se eleger.

Nós temos um plano para vc se dar bem nesta área.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O principal documento que norteia a Propaganda Política nas Eleições 2018 é este. Vc encontra o original aqui:
http://www.tre-rj.jus.br/site/eleicoes/2016/arquivos/cartilha_registro_2016.pdf
Veja mais propriamente as páginas 21, 22 e 23 com relação à propaganda na internet e na imprensa.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 

2. Posso Usar Internet, mandar SMS, Whats, Telegram, Facebook e usar outras mídias sociais para propaganda política?

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/eleicoes/2014/noticia/2014/10/candidatos-usam-whatsapp-para-fazer-propaganda-eleitoral.html

Nas eleições deste ano, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) liberou o uso de SMS para candidatos se comunicarem com seus eleitores. 

São considerados espaços permitidos para propaganda eleitoral na Internet: sites de candidatos, partidos ou coligações, com endereços comunicados à Justiça eleitoral e hospedados em servidores no País; mensagens eletrônicas; e "blogs, redes sociais, sites de mensagens instantâneas e assemelhados, cujo conteúdo seja gerado ou editado por candidatos, partidos ou coligações ou de iniciativa de qualquer pessoa natural."

A nova resolução ainda libera serviços como Whats, que se encaixam na definição de mensagens instantâneas. O termo "mensagem eletrônica" se refere a email, mas pode abranger o SMS também, dependendo da interpretação do tribunal.

A venda de cadastros de endereços eletrônicos é proibida para fins de propaganda eleitoral, sob o risco de multa de R$ 5 mil a R$ 30 mil. E qualquer mensagem enviada precisa conter a opção de descadastramento (opt-out), conforme diz o artigo 25: "as mensagens eletrônicas enviadas por candidato, partido ou coligação, por qualquer meio, deverão dispor de mecanismo que permita seu descadastramento pelo destinatário, obrigado o remetente a providenciá-lo no prazo de 48 horas". 

Lembre-se que as operadoras possuem filtros contra spam, muitos deles instalados depois do lançamento de pacotes de SMS ilimitados, justamente para evitar o uso comercial indevido desse canal. Em tese, se algum candidato contratar um serviço de chipeira para disparar spam eleitoral por SMS, boa parte das mensagens poderiam ser bloqueadas pelas teles, tão logo os sistemas as identifiquem como spam.

Já na eleição passada, iniciou-se o uso do Whats na propaganda eleitoral e isto deve se ampliar ainda mais nesta

 

3. Como fica a propaganda dos candidatos na internet? Eles podem mandar mensagens eletrônicas? E fazer propaganda em blogs e redes sociais?

Fonte: http://www.tre-sp.jus.br/imprensa/noticias-tre-sp/perguntas-e-respostas/propaganda-eleitoral

A partir do dia 16 de agosto do ano em que ocorrem as eleições, o candidato pode fazer propaganda em seu site ou no site do partido ou coligação, desde que o endereço eletrônico seja comunicado à Justiça Eleitoral. Quanto às mensagens eletrônicas, ele pode mandar para endereços cadastrados gratuitamente por ele. No entanto, é necessário criar um mecanismo que permita o descadastramento pelo destinatário, o que deverá ocorrer em 48 horas. O candidato também pode fazer propaganda em blogs e redes sociais.

Não é permitida a veiculação de propaganda eleitoral em sítios de pessoas jurídicas, com ou sem fins lucrativos, nem em sítios oficiais. Também é proibida a propaganda eleitoral paga na internet.

 

4. O candidato pode utilizar o telemarketing?

Fonte: http://www.tre-sp.jus.br/imprensa/noticias-tre-sp/perguntas-e-respostas/propaganda-eleitoral

Não, a resolução nº 23.457/2015 do TSE proibiu o uso do telemarketing.

 

5. Qual a legislação eleitoral para mensagens eletrônicas (email, SMS ou torpedos, Whats, Telegram, Viber, Facebook, mídias sociais) e telemarketing?

Fonte: http://www.tse.jus.br/legislacao-tse/res/2015/RES234572015.html

Art. 27. As mensagens eletrônicas enviadas por candidato, partido ou coligação, por qualquer meio, deverão dispor de mecanismo que permita seu descadastramento pelo destinatário, obrigado o remetente a providenciá-lo no prazo de quarenta e oito horas (Lei nº 9.504/1997, art. 57-G, caput).

§ 1º Mensagens eletrônicas enviadas após o término do prazo previsto no caput sujeitam os responsáveis ao pagamento de multa no valor de R$100,00 (cem reais), por mensagem (Lei nº 9.504/1997, art. 57-G, parágrafo único).

§ 2º É vedada a realização de propaganda via telemarketing, em qualquer horário (Constituição Federal, art. 5º, incisos X e XI; e Código Eleitoral, art. 243, inciso VI).

 

6. Propaganda na internet e telemarketing

Fonte: http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2016/Maio/eleicoes-2016-propaganda-eleitoral-de-candidatos-deve-respeitar-restricoes-da-legislacao

A propaganda eleitoral pela internet também está liberada a partir de 16 de agosto. A resolução do TSE afirma que a livre manifestação do pensamento do eleitor identificado na internet somente é passível de limitação quando ocorrer ofensa à honra de terceiros ou divulgação de fatos sabidamente inverídicos. É proibida a propaganda eleitoral paga na internet. 

Será possível fazer propaganda eleitoral na internet em sites do candidato, do partido ou coligação e por meio de mensagem eletrônica para endereços cadastrados gratuitamente pelo candidato, pelo partido ou coligação. E também por meio de blogs, redes sociais, sites de mensagens instantâneas e assemelhados, cujo conteúdo seja gerado ou editado por candidatos, partidos, coligações ou de iniciativa de qualquer pessoa natural. 

Não é admitida a propaganda eleitoral pela internet, ainda que gratuita, em sites de pessoas jurídicas, com ou sem fins lucrativos, e em sites oficiais ou hospedados por órgãos ou por entidades da administração pública direta ou indireta da União, estados, Distrito Federal e dos municípios. 

É livre a manifestação do pensamento, sendo proibido o anonimato na campanha eleitoral na internet. A lei assegura o direito de resposta, inclusive por outros meios de comunicação interpessoal mediante mensagem eletrônica. 

Sem prejuízo das sanções civis e criminais ao responsável, a Justiça Eleitoral poderá determinar, por solicitação do ofendido, a retirada de publicações que contenham agressões ou ataques a candidatos em sites da internet, incluindo redes sociais. É proibida a venda de cadastro de endereços eletrônicos. 

As mensagens eletrônicas enviadas por candidato, partido ou coligação, por qualquer meio, deverão conter mecanismo que permita ao destinatário se descadastrar, sendo o remetente obrigado a providenciar a retirada do nome em 48 horas. As mensagens encaminhadas após esse prazo sujeitam os responsáveis à multa de R$ 100,00 por mensagem. 

Quem fizer propaganda eleitoral na internet, atribuindo de forma indevida sua autoria a terceiro, inclusive candidato, partido ou coligação, será punido com multa de R$ 5 mil a R$ 30 mil, sem prejuízo das demais sanções legais cabíveis. 

Está proibida a propaganda eleitoral via telemarketing em qualquer horário. 

 

7. Operacionalmente, o que vc tem que fazer para que o candidato fique completamente dentro da legalidade e enviar SMS, Whats, postar no Facebook, Telegram, fazer sites, estar em banner de blogs e outros sites?

Para páginas internet, já foi falado acima. Tem que mandar o endereço para o Tribunal Eleitoral Municipal.

Para postagem no Facebook está livre, desde que não seja pago. Aconselho a comprar o programa de postagem do meu concorrente que é o mais completo na área: http://www.eleandro.com.br/#!facebook-marketing/epwfq

Se não quer gastar, para publicar nos grupos do Facebook, ministramos gratuitamente dicas para nossos clientes de como fazer.

Para SMS e Whats, vc terá que comprar chips, e estes chips tem que estar na prestação de contas do candidato. Pegue seus cabos eleitorais, familiares etc. e compre chips no nome deles, e eles devem assinar os recibos eleitorais por estarem doando estes chips para a campanha.

Temos a base de dados da sua cidade. Na compra dos programas de envio de SMS e envio de Whats, vc ganha a base de sua cidade. Note que esta é a melhor medida: comprar os programas e ganhar a base da base, e vc mesmo enviar seus próprios SMSs e Whats, com seus chips. É a maneira de custo menor e dentro da legalidade.

 

8. Como é a prestação de contas eleitorais para SMS e Whats?

O envio de SMS e o envio de Whats é feito com chips. Para o candidato estar em dia com a prestação de contas desta atividade, tem que saber que ele mesmo irá enviar SMS e Whats com programas que ele adquiriu antes, ou foram doados, e com doação de chips, feitas por pessoas, ou seus cabos eleitorais voluntários. Por exemplo, 10 pessoas doam 10 chips cada, no valor de R$ 10 reais cada. Portanto o Recibo eleitoral deve vir a doação de 100 reais para a campanha, e a identificação dos números doados, devem vir em anexo ao recibo eleitoral, ou indicados e marcados atrás do recibo.
Se os chips forem para Whats, não precisa de recarga. Se forem para SMS precisam e esta doação dos chips com cargas, devem vir também declaradas.

Veja mais Sobre prestação de contas de Campanha:

Manual de Prestação de Contras Eleições 2016 e Cartilha de Prestação de Contas Eleitorais

 

9. Conclusão

Temos o que vc precisa para envio de SMS, Whats e postar nas demais redes sociais.

Fale conosco...

www.brazilsms.com.br e www.brazilw3.com.br

 

DEU A LOUCA DE NOVO NO NOSSO PESSOAL
Na compra de base de dados de celulares (pelo menos 1,8 milhão de celulares) ver - acima de R$ 1200, vc ganha programa de Envio de SMS Brazil SMS ver, Programa de Envio de Whats ver, Filtrador de Celulares que têm Whats ver e Gerador de Canais ver

O programa de envio de Whats, de Filtragem de celulares e Gerador de Números para Filtragem é o Wapp Bulk Filter e o Brazil Whats 3. E o Gerador de Canais é um link para um site web que faz estas gerações de canais, além de vir de bônus o programa de envio de SMS: o Brazil SMS versão 9 (última versão).
Portanto vc ganha todos os programas desta página + Brazil SMS + 300 mil celulares...

Isto mesmo!! Vc investe R$ 1200 ou mais em bases de dados, e ganha mais de R$ 3.500 reais em programas para envio de SMS e Whats... Leve seu estado (UF) e vai junto todos os programas que precisa para fazer uma campanha de marketing de sucesso.


 

 

 

Somos a única empresa do Brasil que oferece suporte ilimitado e atualizações dos programas/sites ilimitados, para envio de SMS e envio de Whats em massa, sem cobrar mais por isto e ainda com:


E com a graça de Deus e muito trabalho, não temos nenhuma reclamação no www.reclameaqui.com.br, ou no Procon, ou na justiça. Pode procurar para: Edson de Almeida e Franzen, Brazil SMS, Brazil Whats 3, Net Brazil Com. e Repres. Ltda, www.nbz.com.br...

 

 

 

Clique acima se deseja ver informações sobre nossas Listas de Celulares de Todo o Brasil

 

 

---------------------------------------------------------------------

 

Clique na figura para mais detalhes dos produtos